https://eitaeuvou.com.br/feed/rss/

Eita eu vou

Por Patricia Larrothiere

Entrevista com Vera Lúcia Borges

10 de setembro de 2017

Dentre as várias descobertas que tenho feito desde que resolvi me aventurar no mundo dos viajantes, conhecer pessoas foi sem dúvida, a mais incrível delas. E hoje, quero dividir com você as histórias de uma viajante pra lá de divertida! Uma amiga virtual que me inspirou a criar uma área de entrevistas aqui no blog, vamos começar?!

Ela se chama Vera Lúcia Borges, é natural de Santos-SP e hoje encontra-se na melhor idade. Formada em Direito pela Faculdade Católica de Direito de Santos, aposentada, mãe do Matheus Borges (@borgesmatheusmb) seu incentivador e companheiro de várias de suas viagens.

Você viajava muito quando era jovem?

Viajava sempre que o dinheiro dava, era estudante e fiz a minha primeira viagem ao exterior ais 21 anos com meu próprio dinheiro, comecei a trabalhar com 18 anos e a possibilidade de ter recursos para ser independente e viajar me impulsionaram muito, meu pai era contra a filha trabalhar, começo dos anos 70… tabu… uma “menina” de 18 anos querer ser independente e ganhar dinheiro para pagar a faculdade e viajar ao exterior.

O que te fez virar blogueira de viagem em plena melhor idade?

Blogueira de viagem rsrsrs, sou aprendiz… Tinha um instagram desativado e um dia pensei que poderia incentivar pessoas de 40 a 80 anos a viajar, curtir a vida, aproveitar merecidamente, a tal “melhor idade”, ao invés de muitas vezes ficar se lamentando. O importante é socializar, ter contato com os jovens, com as novas tecnologias e se aventurar no “novo”, fazer coisas diferentes e não ter medo de ser ridicularizada… Da minha parte tenho muito incentivo do meu filho (25 anos) e de seus amigos que sempre curtem minhas fotos e pessoalmente me dão os parabéns por me aventurar num ambiente de jovens.

Outro fator importante, foi a minha enorme vontade de ajudar as 87 crianças da Creche Vovó Alaíde, muito pobre, onde sou voluntaria faz 15 anos. Por que não usar a minha “possível” visibilidade para mostrá-los?!

Quais os lugares mais incríveis que você já conheceu?

Sempre acho coisas incríveis nos lugares por onde viajo mas conhecer Roma (Jan./17) que era um dos meus sonhos foi incrível, parece que havia vivido lá em outras vidas, tamanha a identificação, talvez seja pela minha origem, tenho sangue italiano por parte dos meus avós maternos.

Já havia estado na Itália mas no norte, a Costa Ligure e a Costa Amalfitana são incríveis, quando morei em Londres fiz uma viagem de alguns meses pela Europa, fiquei um mês na Costa, foi simplesmente sensacional.
Amei a Grécia também, estive lá quando jovem e vou voltar no verão europeu do ano que vem com meu filho, se Deus quiser!

Você voltaria aos lugares que já conheceu?

Gosto muito de voltar ao locais onde já estive, acho que sempre teremos um novo olhar… todos os lugares tem seus encantos e principalmente tem gente, coisa que eu adoro poder trocar experiências com pessoas de outras culturas, no geral somos todos iguais e queremos as mesmas coisas – amor, paz, harmonia, serenidade e alegrias.

Você Já passou por algum perrengue fora do Brasil?

Já passei por um grande perrengue nos Estados Unidos, tinha uns 28/29 anos e levei a filha de uma amiga comigo para Miami, eu ia fazer umas comprinhas para a minha loja de importados, conhecer os novos lançamentos de perfumes… e levei a “danadinha” para a Disney, lá nos encontramos com a irmã dela que estava nos USA e um dia antes da viagem as duas foram passear juntas, depois a Mariana foi para a Europa e nós para o Brasil.
Chegamos no aeroporto e a Mariana tinha levado o passaporte da irmã para Londres, tivemos que ficar mais 10 dias em Miami, quase sem dinheiro. O hotel que havíamos ficado nos destinou um quartinho onde ficavam as brasileiras que trabalhavam lá, por sorte, uma senhora amiga da avó da Luciana (a que perdeu o passaporte) nos levava para o restaurante enquanto não recebíamos o dinheiro que viria do Brasil,  e assim  fomos “devorando” todos os chocolates e biscoitos que havíamos comprado para trazer de presente.
No final o Consulado do Brasil em Miami expediu um documento para a Luciana viajar sem passaporte mesmo. Ficamos 10 dias vivendo quase que sem dinheiro em Miami depois de 15 dias fantásticos em hotel de luxo e torrando os dólares.

Como resistir a voos muito longos?

Para resistir a voos longos sempre penso que depois daquela “chateação” daquelas horas num avião tem destinos e experiências maravilhosas me esperando, quase não durmo nos voos então vejo vários filmes, faço alongamento, converso com os passageiros do lado e procuro manter o foco no destino.
Sempre levo um lanchinho para os intervalos, nozes, damasco, passas, cranberry, amêndoas, isso, para uma comilona como eu também distrai. rsrs
Acho essa uma boa dica pois comida de avião, normalmente é sem graça!

Quantos países você já conheceu?

Conheço ah… Vou ter que fazer as contas… 19 países

Que conselho você daria aos  jovens viajantes?

Aos jovens ou novos viajantes desejo sorte para cruzar com gente bacana, tem muita por esse mundão.
Que tenham a cabeça bem aberta para aproveitar todas as lindas experiências, que tentem se comunicar com as pessoas do local, um curso de inglês é super importante pois até na Grécia, Alemanha, Holanda muita gente fala inglês.
Prove as comidas típicas, não fique com bairrismo procurando restaurante brasileiro, deixe para comer um delicioso arroz com feijão na volta para casa.
Ah… Um bom jeito de aprender inglês, se você é jovem e está solteiro ou solteira e está na Inglaterra, por exemplo, é namorar um inglês, vai que rola uma paixão… Esteja aberto a novas e lindas experiências, tenha cautela, procure conhecer bem a pessoa antes de se jogar nessa aventura…

Se também gostou das histórias e experiências da Vera Lúcia, não deixe de acompanhá-la no Instagram:@borges_veraviaja e você pode acompanhar também o instagram da Creche Vovó Alaíde, da qual ela é voluntária: @crechedavovoalaide

E se você também tem alguma coisa legal pra contar, compartilhe com a gente, mande seu e-mail para: eitaeuvou@gmail.com, será um prazer compartilhar suas aventuras também!!

Se você gostou deixe seu comentário